Tuesday, May 15, 2012

FAUSTO CANOVA

Fausto Augusto Batisttetti

* 28 Novembro 1930, in Igarapava-SP
Luiz Batisttetti e Ignez Canova
casou-se com Sônia Guimarães (falecida em 2005)

+ 3 Janeiro 2009, in Avaré-SP
parada cardíaca devido a Alzeihmer.


Fausto Canova no centro das atividades artísticas em Marília, recebe Nelson Gonçalves, o grande ídolo dos anos 50. Octavio Lignelli empunha seu violão à direita.


mesma foto augmentada.



Octavio Lignelli, Nelson Gonçalves, Welman Cury & Fausto Canova. 

compacto-simples raro da Farroupilha com Fausto Canova cantando 'Por você', versão de 'Misty' de Errol Garner, tendo 'Garôta da minha rua' no lado B.

Veja matéria da Folha de S.Paulo de 9 Janeiro 2009, seção Obituário, escrita por Estêvão Bertoni:

Fausto Canova possuía profundo conhecimento musical e tinha uma bela voz, diz Zuza Homem de Mello, amigo do radialista. Fanático por música norte-americana e música instrumental brasileira, arriscou-se como crooner, mas não levou adiante. O nome Canova era da família da mãe. Gostava muito de futebol e como bom italiano, torcia p'ro Palmeiras.

O vozeirão de Fausto Augusto Battistete contribuiu, inclusive, para seu casamento com a mulher com quem viveu boa parte da sua vida. Sônia Guimarães era fã de seus programas e, ambos, de Dick Farney. Como Sônia tinha um amigo na mesma emissora de Fausto, conseguiu o contato do radialista, conheceram-se e passaram a namorar.

Desde a morte de Sônia em 2005, Fausto vivia sozinho em São Paulo, e com suspeita de Alzheimer, mudou-se para Avaré-SP há um mês, levado pelo sobrinho. Não teve filhos. Tinha tantos discos em casa que era obrigado a vender alguns para conseguir guardar todos.

Fausto morreu no sábado, aos 78 anos, em Avaré-SP, após sofrer uma parada cardíaca. A missa de 7o. dia foi na igreja do Colégio Assunção, em SP.

Veja e-mail de Eduardo Castro, ex-repórter da Bandeirantes, que em 2007 trocou S.Paulo por Brasília para trabalhar na administração do Presidente Lula, ao lado de Franklin Martins. Mensagem de 11 Janeiro 2009.

Chorei no carro hoje ao ouvir Milton falar do Fausto Battisteti - esse era o nome dele, se não me falha a memória. Quando comecei na radio-escuta da Radio Trianon, ele apresentava um programa à tared, com muita música de orquestra. Isso, claro, sem abandonar o consagrado Estudio 1200, na Radio Cultura AM de manhã.

Nos anos 60 fora jurado dos famosíssimos festivais da TV Record e presidiu o Clube do Jazz. No início, em 1992, na Radio Trianon, ele sempre abria o programa do mesmo jeito que fazera no Show da Manhã da Radio Panamericana e no Manhã Bandeirantes. A fórmula adjetivava as 'menininhas' e os 'garotões' que ouviam o programa. Menininhas exaltadas, garotões descabelados, senhoras e senhores, boa tarde! Ou então, Menininhas encantadoras, garotões encantados, senhoras e senhores, boa tarde!'

Fausto adorava Frank Sinatra e sempre que o Picá programava uma música do Voice, ele escutava fascinado.

Era apresentador de radio mesmo, daqueles que não conseguem nem dar 'hora certa' sem segurar a orelha com a mão direita.

Cheguei a cobrir férias dos produtores dele, fazendo notinhas culturais e checando disco a disco o carrinho da produção musical.

Foi ele quem leu a primeira coisa que escrevi na vida: um boletim (batido em 3 vias, copiado com carbono) sobre as informações do aeroporto.

Abraços, Edu.

Eduardo Castro
Gerente Executivo de Jornalismo
Empresa Brasil de Comunicação
Brasilia-DF
ecastro@ebc.com.br

Fausto Canova in 'Melodias' 1969; not only on radio but on TV Cultura as well...
Canova about to type a playing-list with Picá, at Radio Panamericana at the Airport suburb.
Fausto Canova's 3x4 shot in 1965

1 comment:

  1. Excelente apresentador, dono de belíssima voz. Eu ouvia todas as manhãs na rádio Jovem Pan seu programa.

    ReplyDelete